segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Pequena História

         Em um tempo  distante existia um pequeno Tempo, que apenas observava o que acontecia a sua volta, sozinho não queria nem ao menos passar. Sem acreditar que um dia poderia conhecer alguém, pois o tempo era tão vasto e majestoso que nem ao menos se poderia chegar ate lá. Assim ele acreditava. 

         Foi quando se encontrou com três pequenas Ninfas do Ar e com elas aprendeu a viver e passar. Como o Tempo não se movia, viu suas três amigas ninfas irem em frente e novamente voltou a ficar Só. Voltando a  ficar só se pegava sonhando em algum dia ser grande e se mover. Talvez por ter ficado sozinho passou a sonhar e ter esperança. E esperou e até que se encontrou com criaturas que fizeram sonhar mais e até esperança. 
         Encontrou-se primeiro com a Ninfa do Sorriso, que por diversas vezes escutou suas histórias e tentou sempre ajudar tentando ver o Sorriso que havia conquistado sua amizade. Junto com Ela, um jovem e destemido Viajante se apresentou e este contou ao Tempo, todas as suas viagens que havia feito, todos os lugares que já havia indo e os locais que ainda gostaria de ir.   Por fim se encontrou com a Escavadora que havia ido para aquele tempo distante procurando novos saberes e conhecimento. Esta por sua vez contou todas suas descobertas e o explicou como havia sido criado todas as coisas inclusive, como o Tempo foi criado.  
         Mas como antes estes três amigos seguiram em frente deixando o Tempo neste lugar que novamente voltava a ser vazio e sem vida. 

        Até que novamente três seres provindos de outra dimensão, uma dimensão muito diferente daquela que conhecia e compreendia. Nesta dimensão tudo se movia a favor da Alegria e nada os lhe era negado. Todos tido de alegria e vivida sem pudores nem preconceito. Durante o tempo que estavam juntos o Tempo passou a ser diferente sorria e se divertia como nunca antes. Conforme o tempo ia passando aprendia o quanto era importante sorrir e o quanto podia ser feliz sem se preocupar com o que teria que fazer em seguida. 
      Havia um grande vazio que passava a ficar cada vez maior, não importando o quanto sorri-se. Se sentia frio não só em seu corpo mais em seu redor, a cada dia que este sentimento ia crescendo o tempo pouco a pouco parava de sorrir e passava a se preocupar dada vez mais com o futuro e com suas responsabilidades. 
     Nunca havia se movido mais sabia que um dia teria que fazer, não por ele mesmo, mas por ter herdado tal responsabilidade. 

Frio, vazio, sem vida o rosto feliz e contente foi ficando cada vez mais.... 

Até a criatura mais bela e cheia de vida que ele já havia visto se aproximou de onde o Tempo estava se escondendo. 


sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Lost

Nada se compara com a sensação de estar perdido. 
Sem chão buscamos e nos voltamos para nosso Eu
Nossa dualidade nunca se manifesta tanto 
Queremos sumir, crescer, rugir, voltar, fugir e lutar. 
Lutar para nos sentir completo novamente 
Fugir para onde possamos nos sentir bem novamente 
Voltar no tempo e entender que não seria necessário todo esse sofrimento 
Rugir dizendo que Te Amo 
Crescer até encontrar  o céu 
E por fim apenas Sumir. 
Maybe we reached the mountain peak
And there's no more left to climb
And maybe we lost the magic peace
And we're both too blind to find
Let's start over
Let's give love their wings
Let's start over
Stop fighting about the same old thing
Let's start over
We can't let our good love die

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Ao Menos Posso Sonhar

E quando me perguntam se estou bem Eu ouso dizer:
Ao menos posso Sonhar em acordar e ter alguém para dizer Bom Dia!
Ao menos posso Sonhar que um dia nos olharemos e nossas chamas irão se encontrar.
Ao menos posso Sonhar em tocar seu rosto novamente.
Ao menos posso Sonhar na vida que poderíamos ter tido juntos.
Ao menos posso Sonhar em poder dizer Boa noite e Bons Sono.
Ao menos posso Sonhar na esperança de lhe encontrar novamente.
Ao menos posso Sonhar no quanto fui Feliz.
Ao menos Posso Sonhar ...

terça-feira, 26 de abril de 2011

Visões


A vida de um ser humano nada mais é que um decimo de milésimo de segundo na cadeia histórica do universo. Não somos mais evoluídos não somos mais adaptados, somos uma raça de medíocres que negam sua própria essência. Muitos dessa raça que conheço reprimem quem realmente são se escondem atrás de camadas de ceticismos ou atrás de mascaras. Viver como cético e igual a não viver, viver só com base na sua própria força limita o ser humano. Quando acreditamos que algo ou Alguém está nos guiado podemos extrapolar a capacidade normal. Se somos capazes de sobreviver sem confiar em nada Superior, quando confiamos não importa o nome ou o que seja nos VIVEMOS.

Viver com Mascara é uma forma mais abundante de sobrevivência da raça humana, viver sem poder mostrar o que há de escrito em seu amuleto de compromisso ao meu ver é uma das formas frustrantes de viver. Como já me disserem são visões e visões, vejo essa impossibilidade com simplesmente uma falta de poder ser o que realmente é.

Somos o que somos diferentes e arrogantes, prepotentes e ignorantes. Não entendemos o outro, tentamos sempre fazer os nossos amigos viverem a nossa vida. De fato isso de certa forma é inegavelmente interessante, mas tudo depende da porcentagem e da visão de cada um.

Novamente

Novamente me volto a este Blog, buscando ajuda para aliviar todos os meu sentimentos que derivam só de uma unica coisa. Saudades do Meu AMOR!!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Super Poder

Quando crianças imaginamos ter super poderes para salvar o mundo, pensamos que podemos fazer de tudo, mas com o tempo perdemos os super poderes ou apenas esquecemos deles¿ O fato é que apenas esquecemos desses super poderes. Somos maquinas magníficas criadas pela Natureza (Deus), através de anos de evolução ate nós tornamos Homo sapiens sapiens, no começo da existência dos seres humanos não existia toda há tecnologia que hoje possuímos e mesmo assim conseguimos permanecer nesse planeta. No inicio criamos vários meios de explicar o que acontecia a nossa volta e assim surgiram os Mitos. Esses Mitos foram criados por membros de uma sociedade consideravelmente desenvolvida é agora são chamados de Filósofos, graças esses filósofos abrimos a mente para o que acontecia ao nosso redor e tentamos explicar esses acontecimentos. De fato essa categoria de indivíduos não só os Filósofos mais todos que escutavam e espalhavam esses conhecimentos pela sociedade foi fundamental para abrir nossa mente a infinitas possibilidades, graças há eles surgiram vários conceitos que hoje ainda utilizamos.
Sem essas pessoas como seria nosso mundo¿ É bem provável que estaríamos em um mundo tribal uma verdadeira Idade das Trevas. Alguns consideram que a Idade das Trevas foi antes do movimento Renascentista, quando a Igreja dominava todo o conhecimento e não a espalhava para a população a fim de alienar toda uma sociedade. Mas mesmo nessa época houve grandes pensadores que mesmo sendo considerados Magos desenvolveram a medicina e a filosofia. Imagine agora se no primórdio da sociedade não existisse um Aristóteles, que é considerado o pai da metodologia cientifica o que seria da ciência, sem Tales ou Pitágoras o que seria da matemática, sem o “Penso logo existo” como seria nossa mentalidade filosófica¿ A verdade que creio que não seriamos nada sem eles, nem ao menos estaria escrevendo esse texto ou você estaria lendo, nossa espécie já estaria extinta a milhões de anos.
Há uma frase que confio e a doto para minha vida tal frase e muito famosa e devemos sempre pensar nela antes de tomar alguma atitude com relação ao futuro, minha frase preferida devo confessar não sei quem a escreveu mais gostaria que todos a tivessem na mente “Conheça o passado e preverá o futuro”. A filosofia hoje não tem a finalidade de explicar os acontecimentos e sim tem há função de levantar perguntas que cada pessoa deve responder para sim própria. Não deve ser perguntas do tipo “Porque existimos¿” é sim perguntas do tipo: Porque ainda comentemos os mesmos ERROS¿ Sejam eles quais forem não só em relação ao nosso microcosmo, mas também em relação ao nosso macrocosmo. Pensando assim esquecemos ou perdemos nossos super poderes ¿

quinta-feira, 2 de julho de 2009

एस्पिरितोस दा नोइते

Quando a noite chega, nos os espíritos da noite largamos tudo de levamos em conta somente nossa instintos mais negros, nos apossamos de tudo que é bom e transformamos o bem em mal. Largamos todo nosso pudor e apossamos da energia dos pobres mortais que chegam perto de nos, e usamos tal energia para mostrar aos mortais que somos seres superiores. Pobres mortais que não pensam que somos pessoas boas penas com um pequeno nível de álcool, coitados dos que pensam que somos como eles fadados ao esquecimento e a morte, nada sabem sobre nos nem sabem sobre nossas atitudes. Agimos como mortais meramente para o divertimento de nosso próprio espírito, e tais mortais usados para nosso prazer acham que somos pessoas boas. Uma coisa os digo tenho pena deles não sabem da metade de tudo que se passa no nosso interior. Espíritos da noite não tem sentimento nem compaixão somos apenas movidos para nos favorecer dos outros. Vejo a noite sublime e tranqüila sem nada nem ninguém que possa me atrapalhar escutando o barulho que os outros fazem perto de mim e eu apenas esperando à hora certa se agir sem do nem piedade. Em quando alguns dormem nossos estamos desperto prontos para agir. Essa e nossa principal finalidade a finalidade que tanto amo em sei um espírito da noite.